{Pilates} Benefícios do Pilates na Gravidez

Benefícios do Pilates na Gravidez
Fonte da imagem: Pilates na Gravidez 



Sempre me perguntam sobre o Pilates na gravidez, e acho que é um assunto maravilhoso para nossas leitoras gravidinhas! Como podem acompanhar, desde janeiro estou fazendo Pilates no Alinhar Pilates, e, mesmo não estando grávida, tenho percebido todos os benefícios da prática (aliada aos treinos de musculação e dieta!).

E, conversando com a fisioterapeuta Ana Karoline, que está à frente do Alinhar Pilates, selecionamos alguns tópicos que podem te ajudar na escolha desta prática que me encantou e com certeza e encantará!


Pilates na Gravidez


A prática de Pilates traz inúmeros benefícios, alonga e fortalece a musculatura, principalmente a de abdômen, glúteos e parte inferior das costas, considerada o centro de força do corpo e responsável pela sustentação da coluna vertebral.

O corpo muda rapidamente durante a gestação, o que causa desconforto, dores e má postura. Mas tudo isso pode ser amenizado através do Pilates. Desde que não haja contraindicação médica, as grávidas podem começar o exercício logo depois do terceiro mês de gestação e manter a prática até o final do sétimo. 

Além de ganhar condicionamento físico e bem-estar e controlar o peso, a gestante que faz Pilates ainda tem um ganho extra. Um abdômen mais forte vai facilitar o trabalho de parto. “Nessa hora, o útero se contrai para expulsar o bebê e, por um ato reflexo, a mulher também faz pressão abdominal, que é importante para empurrá-lo pelo canal vaginal. Um abdômen mais forte facilita esse trabalho. Nos momentos finais, há um relaxamento do períneo que permite a passagem da criança”, explica o ginecologista e obstetra Alexandre Pupo, do Hospital Sírio-Libanês. Outra vantagem para levar em conta: “Depois do nascimento, se essa musculatura estiver bem treinada, ela se recupera mais rapidamente”, continua o obstetra.

“Nessa prática, a prioridade é a qualidade e a execução correta dos exercícios, e uma das grandes preocupações do instrutor é garantir a postura adequada do aluno. O objetivo não são as repetições excessivas e a utilização de muita carga”, explica Ludmila Pedroso, terapeuta ocupacional e instrutora de Pilates do CGPA (Centro de Ginástica Postural Angélica).


Cuidados que a gestante deve tomar


- Nenhuma gestante deve iniciar qualquer atividade física sem passar por uma avaliação de seu médico de confiança. Essa é uma condição fundamental para garantir a saúde da mãe e do bebê. Durante o pré-natal, também é importante que a mulher converse com o obstetra sobre sua prática.

- A duração de uma aula para gestante é a mesma de uma aula convencional – uma hora – e são recomendadas pelo menos duas aulas por semana para que a gestante possa sentir os benefícios da prática em seu dia-a-dia.

- Gestantes com placenta prévia ou baixa ou que tenham alguma doença que coloque a gravidez em risco não devem praticar a atividade.

- Com a gravidez avançada, não é indicado deitar de bruços, pois a posição comprime o útero contra as costas e diminui a quantidade de sangue que chega ao bebê. A mãe também não deve prender a respiração por muito tempo durante o exercício porque o bebê também fica sem oxigênio.

- As gestantes não devem praticar nenhuma atividade que eleve a frequência cardíaca a mais de 120 batimentos por minuto, pois isso diminui a circulação sanguínea.

- Não dispense o instrutor, orienta o obstetra do Hospital Sírio-Libanês. Por causa da barriga, o equilíbrio da mãe fica alterado e o risco de quedas pode ser maior.

Benefícios do Pilates na Gravidez
Pilates na Gravidez



As aulas de Pilates para gestantes podem ser realizadas 1 ou 2 vezes por semana com duração de 1 hora cada. Estes exercícios ajudam a suportar melhor o peso da barriga, combatem o inchaço e ainda facilitam o nascimento no parto normal, além de diminuir o risco de incontinência urinária na gravidez e no pós-parto.

Outros benefícios do Pilates na gravidez: 
  • Alongamento dos músculos das costas e pernas, que diminui a dor e o desconforto; 
  • Maior controle sobre o peso; 
  • Condicionamento físico; 
  • Melhora da respiração; 
  • Melhora da circulação sanguínea; 
  • Maior oxigenação do bebê. 

Além disso, a prática regular de Pilates durante a gestação acalma o o bebê por haver uma menor concentração de cortisol na corrente sanguínea da mãe.

Todas as grávidas podem praticar Pilates na gravidez?

As contraindicações do Pilates na gravidez são relativas e não existe nenhuma que seja absoluta. Desde que a mãe e o bebê estejam saudáveis e o profissional que a acompanha tenha ampla experiência em trabalhar com Pilates na gravidez, os riscos são praticamente inexistentes. Contudo, o médico obstetra deve ter conhecimento que a grávida está praticando Pilates durante a gravidez.
Fontes: Tua saúde;Bebe.com


Então, animadas para conhecer e se encantar com o Pilates?

Se você mora em Águas Claras, marque uma visita especial no Studio, e uma aula experimental!

E acompanhe as nossas aulas no studio pelo nosso instagram Moda e Gestão! Toda semana tem fotos lindas cheias de estilo no Pilates!!!

“O objetivo é atingir o bem-estar físico e emocional”

Alinhar Studio Pilates
Av. Castanheiras Qd. 101 Lt 350 Loja 110
Ed. Laguna Mall
(61) 3567-0318
Fanpage: Alinhar Studio
Instagram: @alinharpilates
Benefícios do Pilates na Gravidez