{Casa Cor} Obra de Hitchcock inspira Someone’s Lœft

30 de set de 2015

Obra de Hitchcock inspira Someone’s Lœft
Obra de Hitchcock inspira Someone’s Lœft na Casa Cor

Atuando juntas desde 2003, as arquitetas Flávia Amorim e Renata Melendez, à frente do STUDIO AZ, marcam presença pela segunda vez na Casa Cor Brasília. Para a mostra deste ano, a dupla criou um ambiente de 75 minspirado na obra do cineasta inglês Hitchcock, que possui uma maneira própria de contar a história, sem definir exatamente o enredo e deixando partes do mistério para serem preenchidas pelo observador. Assim surgiu o Someone’s Lœft.

Obra de Hitchcock inspira Someone’s Lœft na Casa Cor

Pensado para um casal, o espaço apresenta ambientes integrados e amplos com máximo aproveitamento da luminosidade natural e da amplitude do local. O projeto remete à estética urbano-industrial ao associar materiais como aço, vidro, tijolo e concreto. Para proporcionar mais aconchego e personalidade ao loft, foram aplicados toques de cor, tecidos, madeira e obras de arte. A intenção é obter uma habitação prática e moderna, aliando soluções simples à tecnologia para facilitar manutenção e uso diário.

Obra de Hitchcock inspira Someone’s Lœft na Casa Cor

O projeto teve como inspiração o conceito do loft, que foi criado na década de 20 pelo arquiteto Le Corbusier e ganhou espaço na década ne 70 em Nova York. “Lá, como em outras grandes capitais do mundo, velhos galpões e armazéns de edifícios foram revitalizados e reformados para servir de moradia para profissionais liberais, artistas, publicitários e executivos”, comenta Flávia Amorim. Lofts são conhecidos por não terem paredes dividindo os ambientes, pelos mezaninos de madeira ou ferro, pés-direitos altos e grandes janelas para a entrada da iluminação natural, além da utilização de materiais de baixo custo e muita tecnologia.

Obra de Hitchcock inspira Someone’s Lœft na Casa Cor

“Como os lofts são ambientes com máxima integração, a privacidade dos cômodos costuma ficar prejudicada. Neste projeto, criamos um cubo para acomodar o quarto, pois assim conseguimos um controle maior da luz e privacidade para esse espaço”, esclarece Renata Melendez. De acordo com elas, esse volume, apesar do brutalismo dos materiais, flutua suspenso sobre o jardim, criando um aspecto de leveza. Os demais ambientes são definidos apenas por divisórias com alguma visibilidade e efeitos de luz e sombra, mantendo a fluidez do local e das formas.

Obra de Hitchcock inspira Someone’s Lœft na Casa Cor

Seguindo uma forte tendência do design, o destaque é a mistura de diversos materiais por vezes aplicados no mesmo ambiente e até em um mesmo móvel. São eles: aço, vidro, concreto, madeira, porcelanatos e pedras naturais. No banheiro, o piso e a parede são revestidos do novo Castelatto linha Toscana, com aspecto desgastado, contrastando com a precisão de cortes do aço e as cores da azulejaria.
 Já na cozinha, o porcelanato Colormix reforça as linhas geométricas e os efeitos “destonalizantes”, em contraste com a madeira do piso e o preto profundo da bancada e dos armários. Além disso, a horta é montada em painéis Neobambu, novo material no mercado brasileiro composto de bambu de alta densidade, mais resistente e durável que a madeira.
 O Someone’s Lœft tem ainda um toque teatral, ambientado para transmitir a sensação de que os moradores acabaram de deixar o local após uma discussão trágica. Detalhes sugerem o rompimento de uma relação, embora não seja possível identificar com exatidão os personagens e a história passada.
 E para marcar a brasilidade, tema deste ano da Casa Cor, destaca-se a azulejaria do artista João Henrique, que tem como principal referência a obra de Athos Bulcão; um jardim com folhagens tipicamente tropicais, como a costela-de-adão e a samambaia e o uso de concreto e de formas geométricas puras de inspiração modernista.

Sobre o escritório - As arquitetas Flávia Amorim e Renata Melendez constituíram o Studio AZ em 2005. Formadas em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Brasília (UnB), somam à sua formação curso de Design de Interiores no Instituto Europeu de Design, em Barcelona. A equipe Studio AZ também é composta por arquitetos e estudantes, o que possibilita o atendimento completo e imediato das necessidades do cliente ao longo do desenvolvimento do projeto.
 Em 2015, o Studio AZ recebeu o renomado selo de excelência da International Property Awards, por ter vencido o prêmio America´s Property Awards, na categoria Best Interior Design Private Residence Show Home.
Para o Studio AZ, cada projeto deve resultar em ambientes funcionais, bonitos e com a personalidade do cliente. Expectativas alcançadas e sonhos realizados!
 Veja mais informações sobre o Casa Cor Brasília 2015 aqui!

Beijos!
DARIANE VALE - MODA E GESTÃO
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL