Sparkling Wine Fair - Feira Internacional de Espumantes



Cada vez mais protagonista de brindes em comemorações de aniversários, festas de empresas ou mesmo para um get together entre amigos, o espumante caiu no gosto do brasileiro. Refrescante, saborosa e de fácil adaptabilidade do paladar, a bebida tem perdido a referência de ser consumida somente no fim do ano e está se tornando a primeira opção quando o assunto é confraternizar.

No último ano, só a multinacional francesa LVMH produziu três milhões de garrafas no país. O mercado de rótulos nacionais também segue a crescente de consumo. Em meio à crise, o aumento registrado foi de mais de 16% em relação ao ano anterior, segundo a Ibravin.

Sparkling Wine Fair - Feira Internacional de Espumantes


De olho nesse movimento de mercado, a dupla de empresários César Santos e Betta Doelinger uniram a experiência em eventos enogastronômicos para criar a Sparkling Wine Fair, primeira feira internacional de espumantes.

O evento foi projetado com objetivo de apresentar e educar esse público consumidor que está aderindo à bebida, de forma democrática, abrindo o leque de opções que vão além do preço ou do estigma de que uma nacionalidade é superior. “Queremos mostrar que tanto o mercado nacional quanto o internacional tem bons rótulos e boas vinícolas, deixando a cargo do cliente escolher qual dos dois o agrada mais, sem impor que um é melhor que o outro”, explica Doelinger.

Sparkling Wine Fair - Feira Internacional de Espumantes

Marcada para os dias 16 e 17 de setembro, no Pontão do Lago Sul, a SWF chega ainda com o diferencial de promover pré-eventos ao longo do ano, que funcionarão como workshops, onde embaixadores de diferentes marcas presidiram degustações, harmonizações e verdadeiras aulas sobre os mais diferentes tipos de espumante. “A ideia é que o público chegue na feira já sabendo, por exemplo, a diferença entre Crémant, Cava, Champagne, Prosecco e Espumante”, ressalta a empresária.

Nos dias de exposição, a expectativa é de que o público desfrute de mais de 20 vinícolas do Brasil e do mundo. Dentre as confirmadas estão as brasileiras Perini, Lídio Carraro, Bee, Salton e Miolo. Martini, Ballabio, Contessa Borghel e Lo Sparviere são algumas representantes dos vinhos importados. Já a Chandon marca presença com seu rótulo nacional e os estrangeiros Veuve Clicquot e Moet Chandon.

A Gastronomia também tem espaço garantido na grande estrutura montada às margens do Lago, com expositores como Renata Mandelli Art & Food, Harmonize Carnes Nobres, Crepe de Paris, Empório Selecto e Café Antonello Monardo.

A Sparkling Wine Fair conta com o apoio do Instituto Brasileiro do Vinho (IBRAVIN), Brasil Espumantes, Secretaria de Turismo do DF e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).


Sparkling Wine Fair
16 e 17 de setembro
Pontão do Lago Sul
*Informações sobre os valores de ingresso e pontos de vendas serão divulgados posteriormente



Sobre os Empresários:

Diretor executivo da SWF - Sparkling Wine Fair, César Santos traz em sua bagagem cinco anos de experiência como gestor de eventos no mundo do vinho. Na feira, além de assumir o posto de idealizador, também exerce o papel de curador, selecionando as principais vinícolas nacionais e internacionais, e demais expositores que participam do evento.


Trabalhando há sete anos como produtora cultural, Betta Doelinger é diretora do Sindicato dos Escritores de Brasília e diretora comercial da SWF. Ela ainda coordena cursos e palestras sobre 'enocultura', mercado no qual está envolvida também produzindo eventos. É dela a primeira publicação 'harmonizando' Livros e Vinhos, publicado pela editora Thesaurus.

Veja alguns posts sobre as vinícolas brasileiras que visitamos:

Reservem a data!
Beijos, amores!