Quer ser famoso no Instagram?


Eu quero, e você?
Este é um assunto muito polêmico, que nos meios de bloggers ainda é um "tabu". Entre os empresários, muitos ainda não conhecem os poderes desta nova rede social e muitos não entendem o poder do marketing social. Pouco se fala para que não haja constrangimentos entre as partes. Digo isso com propriedade e não suposição, ok? Neste meio, seguidor é sinônimo de STATUS. 
Famosos, atores, empresários... até o Justin Bieber já comprou. É fácil cair em tentação, até porque os pacotes de compra não são muito caros. Antes, leia um pouquinho até o final. Não se deixe enganar, afinal, um caminho de sucesso deve ser seguido com ética e boas práticas, concordam? 

Mas, vamos analisar o que é o rede social, mais precisamente o instagram (que é o foco da matéria):

Rede Social é uma estrutura social composta por pessoas ou organizações, conectadas por um ou vários tipos de relações, que compartilham valores e objetivos comuns. Uma das características fundamentais na definição das redes é a sua abertura e porosidade, possibilitando relacionamentos horizontais e não hierárquicos entre os participantes. "Redes não são, portanto, apenas uma outra forma de estrutura, mas quase uma não estrutura, no sentido de que parte de sua força está na habilidade de se fazer e desfazer rapidamente." Fonte: Wikipedia

E o que é seguidor? Seguidor é quem te acompanha, te admira, que pode até ficar uns dias sem olhar o teu perfil, mas ele vai lembrar de você e, por admiração, ou por querer saber o que você está fazendo ou simplesmente saber as novidades, está lá (tem uns quenão curtem mas estão de olho!). Tem coisa melhor que saber que uma pessoa adquiriu um produto ou serviço pela sua indicação? É muito gratificante, e este processo é feito aos poucos, até porque a fidelização é um processo de conquista. Lembrando que estamos falando de instagram, que não tem anúncio pago diretamente à rede, ao contrário do facebook, em que os posts podem ser patrocinados, ok? 
Sou muito a favor da troca de indicações; super válido se for para o mesmo tipo de público que o seu, para que não saia como fosse algo "imposto" para o seu seguidor - que pode ter o efeito contrário, ele deixar de te curtir).
Qual a razaão para um perfil ter seguidores estrangeiros (ou likes)? Nos dias de hoje, qualquer profissional deve ter o mínimo de coerência para saber e distinguir o que é real. 

Fiz algumas pesquisas e encontrei textos interessantes sobre o assunto:

1. Trecho da reportagem da revista Exame:
A compra de fãs é algo simplório, explica Pedro Ivo Resende, diretor executivo da RIOT. Ela é baseada apenas em um processo quantitativo, cumulativo.
"Não há qualquer filtro ou seleção na aquisição desses usuários. Sendo assim, grande parte das contas acaba conquistando um público que não corresponde ou está interessado em seus produtos e serviços, o que leva a um esforço sem retorno efetivo no final do dia", analisa.
E mais:
“Quando se investe em uma base proprietária, o que se procura é um público dentro do target. Se alguém está ‘vendendo seguidores’ aos lotes, sem saber quem é quem, qual o perfil e qual a qualidade dessa futura audiência, está se jogando dinheiro fora e, provavelmente para alguém que está burlando os termos de uso das plataformas sociais”, complementa o sócio da Espalhe.
2. Reportagem muito interessante com quem entende do assunto de Marketing Digital
3. Um pouquinho desta polêmica (texto do ano passado ainda) do Petiscos.
4. E de uma blogueira que fala deste tipo de prática, com texto recente de Maio/ 2014, a linda Vanessa.
De que adianta ostentar uma legião de pessoas que talvez não tenham qualquer sinergia com suas ideias? Ou, pior, pessoas que simplesmente não existam, pois foram artificialmente criadas apenas para fazer volume. E isso é muito fácil de constatar, pois há perfis constituídos apenas pela foto e meia dúzia de informações, sem histórico de postagens e com vínculo apenas a outros perfis similares.
Empresas: não se deixem levar pelos números. Eles são lindos, mas são reais? Imagine um comprovante de depósito direcionado à sua conta no valor de 100 mil reais, mas foi depositado vazio. Qual o seu saldo? Esta é a minha comparação com a compra de seguidores.
Perda de valores? Pouca consistência no que é real? Desonestidade? Falta de ética? Baixa auto estima? Quem sou eu pra julgar. Quero, sim, apresentar o meu trabalho da melhor maneira, dando o melhor de mim, com os melhores recursos e investimentos (o mais novo investimento foi uma câmera HD portátil para filmar os eventos e fotografar em alta resolução!).
Quer ser um líder no seu meio e ter reais seguidores? Tenha bom conteúdo e bom relacionamento. Invista em você, no seu conteúdo, na qualidade das fotos. Se aperfeiçoe. Aprenda bem o português e escreva corretamente. Saiba quem é o seu cliente/ leitor/ seguidor. O que ele quer? O que interessa para ele? O que você tem que possa gerar resultados reais? 
E aproveita e me segue lá no insta!!!! Será um prazer ver cada leitor do blog me seguindo nesta plataforma tão linda que é o instagram!! Eu adoro!!!!
E aqui algumas fotos do insta para vocês!
No Top 10 Empresarial com a empresária Karol Chamone

Lançamento de coleção na loja Amanda Brasil

Look para o Capital Fashion Week

Uma das minhas paixões: unhas e esmaltes!
Beijos e beijos!