A entrevista é um show e o ator é VOCÊ!!

Por que tantos profissionais inteligentes e preparados fracassam na entrevista de emprego?

Falta de preparo? Não. Eles pesquisaram com grande afinco a empresa e estudaram as perguntas habitualmente feitas por entrevistadores. Aparentemente, tudo estava sobre controle e o sucesso era inevitável.
Falta de formação universitária? Também não. Atualmente, muitos profissionais têm não apenas um diploma de graduação, como também títulos de pós-graduação, mestrado, etc.
Falta de exposição ou experiência internacional? Muito menos. Inúmeros são os profissionais que já trabalharam, estudaram ou visitaram diferentes países. Mesmo assim, não conseguem uma boa colocação no mercado de trabalho.
Fluência em vários idiomas estrangeiros - inglês, espanhol, francês, alemão, japonês? Não. Nos dias atuais, o domínio desses idiomas já se tornou commodity. Portanto, não é fator de diferenciação.
Se essas não são as questões responsáveis pela eliminação de milhares de profissionais em processos seletivos, quais seriam?

Pesquisas conduzidas recentemente pelas revistas Forbes e Business Week concluíram que 7% do sucesso de uma entrevista de emprego é resultado da boa comunicação do candidato - o que ele diz. 55% é baseado em sua linguagem corporal e 38% no tom de sua voz.
O que essas pesquisas nos dizem e nos ensinam?

·         Você pode ser o candidato mais bem preparado, entretanto se não se apresentar impecavelmente para a entrevista - vestido para o sucesso - fracassará redondamente. O estadista inglês, Ph. D. Chesterfield, 1694-1773, Letters, 1745, afirmou: "O modo de se vestir é uma preocupação ridícula. Mas é muito ridículo para um homem não estar bem-vestido".
·         Você pode ter todo o conhecimento sobre a empresa e o processo seletivo, todavia se não cuidar da sua linguagem corporal e o tom de sua voz morrerá na praia. Cícero, escritor e político romano, 106-43 a.C., em De oratore, III, 59, escreveu: "O rosto é o espelho da alma".
·         A primeira impressão é extremamente importante e você não deve subestimá-la por qualquer motivo. Na verdade, você tem apenas sete segundos para causar uma primeira boa impressão. F. Von Schiller, escritor alemão, 1759-1805, em Maria Stuart, II, 5, disse: "Todos julgam segundo a aparência, ninguém segundo a essência".
·         Nada, nada mesmo, resiste a uma personalidade atraente e carismática. Inúmeros são os fatores que contribuem para o desenvolvimento de uma personalidade atraente: aprender a apertar a mão, de modo a expressar um sentimento caloroso de entusiasmo e apreço; vestir-se de acordo com o tipo físico e o trabalho que exerce; cultivar a habilidade de falar com firmeza e convicção, sem jamais agredir o interlocutor; demonstrar civilidade em todas as ações, atitudes e palavras; sorrir sempre, etc.

Caro leitor, se você deseja ter sucesso em mercado de trabalho competitivo e exigente, observe as seguintes regras:

1 - Procure causar uma primeira boa impressão em seu entrevistador nos primeiros sete segundos. É bem provável que não terá uma segunda chance, se não observou essa regra sagrada;
2 - Apresente-se sempre bem vestido e com uma atitude positiva. Demonstre entusiasmo, energia, autoconfiança e paixão. Aqui vale lembrar as palavras de Waldo Emerson, "Há uma confissão completa no nosso modo de olhar, nos nossos sorrisos, nas nossas saudações e apertos de mão. Os seus pecados o mancham, maculam a boa impressão que ele causa. Não se sabe por que, mas não se confia nele. Seus vícios transparecem nos seus olhos, desfiguram o seu rosto, torcem seu nariz, põem o estigma da fera na sua cabeça e escrevem LOUCO na testa de um rei".
3 - Seja um profissional agradável e você lucrará em todos os sentidos. É sabido que nunca nos sentimos tão felizes como quando sabemos que também tornamos os outros felizes. Essa é outra lei sagrada da vida e do sucesso profissional.
4 - No momento da entrevista evite olhar para os lados, o chão ou o teto da sala. Essa postura poderá sinalizar para o entrevistador que você é um profissional inseguro; nunca fique com os braços cruzados, pois essa postura poderá ser interpretada como uma postura defensiva - talvez desejar esconder algo do entrevistador; coçar ou apertar o nariz. Esse é um tipo de comportamento que é percebido por muitas pessoas como um sinal do que o que você diz não é verdadeiro.
5 - Ao ser conduzido para a sala do entrevistador, caminhe com os seus ombros arqueados, seus olhos sempre olhando para frente e esboce um leve sorriso nos lábios - o sorriso de um vencedor. Lembre-se que você tem algo especial para oferecer - seu talento, habilidade, conhecimento, experiência, atitude, etc.
6 - Sente-se confortavelmente na cadeira ou poltrona. Evite balançar as suas pernas ou tamborilar. Isso demonstra insegurança e nervosismo. Resista àqueles comportamentos que podem prejudicá-lo em entrevista.

Lembre-se mais uma vez: na entrevista de emprego, você é o ator principal. Portanto, brilhe.

Fonte: http://empregocerto.uol.com.br/info/dicas/2010/07/26/a-entrevista-e-um-show-e-o-ator-principal-e-voce.html