Corrente do bem: voluntários realizam baile de debutantes para adolescentes vítimas de maus-tratos

Coordenada pela cerimonialista Greicie Florintino, ação social reúne mais de 50 empresários dos setores de moda, beleza e eventos da capital


Adolescentes acolhidas pelo Lar de São José em Ceilândia estão vivenciando esta semana os preparativos finais para o sonhado baile de debutantes. A comemoração, que vai acontecer neste domingo, 8 de abril, no Lions Club de Taguatinga, é organizada por um time de renomados especialistas das áreas de moda, beleza e eventos. 
Ana Carolina, Mariana, Ana Clara e Madalena já experimentaram os vestidos de gala, testaram a maquiagem, os penteados e até participaram de um ensaio fotográfico. Etapas de um ritual vivenciado com frequência por várias meninas da mesma idade, mas que para elas adquire um significado ainda maior. Representam a concretização de um sonho que parecia inalcançável diante da realidade difícil que elas vivem.


Jovens vidas que compartilham o mesmo lar e também histórias parecidas, marcadas por momentos de dor e medo difíceis de superar. Elas moram no Lar de São José, uma instituição sem fins lucrativos localizada em Ceilândia que acolhe crianças e adolescentes vítimas de maus-tratos, abusos e abandono.

Manifestações de afeto nem sempre fizeram parte do dia a dia dessas meninas. Por isso, ver mais de 50 especialistas em moda, beleza, fotografia e eventos empenhados em proporcionar a elas, de forma voluntária, esse momento de alegria tem um significado difícil de traduzir em palavras. 

“Para mim, foi uma surpresa. Está sendo tudo muito bom”, conta Mariana. “Amei o ensaio fotográfico e o vestido. Esse baile é a realização de um sonho. Quero fazer o meu melhor e espero me divertir muito na festa. Estou muito ansiosa”, explica Ana Clara. “Acho que a festa vai ser muito divertida, bonita e legal”, complementa Ana Carolina. 

Para Madalena, a surpresa foi ainda maior. Por ter 17 anos, pensou que já estaria fora do projeto. “Eu já estava feliz pela minha irmã. Quando a tia me convidou fiquei mais animada. Para mim é tudo muito novo. Não é todo mundo que consegue ter uma festa assim”. 

Ana Lúcia Antunes, coordenadora técnica do Lar de São José, acredita que as emoções destes dias vão ficar guardadas para sempre na memória afetiva das meninas. "É como um carinho na alma. Uma forma de amenizar um pouco a dor de estar longe dos seus familiares, convivendo com outras realidades, em um orfanato". 

Uma ideia inusitada – O projeto "Meus 15 Anos", idealizado pela empresária Greicie Florintino, da Delicatto Eventos, surgiu de uma forma inusitada. A proposta inicial era fazer um almoço festivo de Páscoa num orfanato para crianças. 

Após pesquisar algumas organizações sociais, Greicie conheceu o trabalho de mais de três décadas do Lar de São José e decidiu visitar o lugar. Chegando lá, a coordenadora técnica do lar Ana Lúcia Antunes propôs um desafio. Por que não aproveitar a experiência em organização de festas para realizar um baile de debutantes para as adolescentes do abrigo? 

“A Ana me contou do sonho delas e eu me encantei. Disse sim sem mesmo saber se ia conseguir. Fizemos tudo em 20 dias. Uma força tarefa que se transformou numa imensa rede de solidariedade”, conta emocionada. 

Greicie Florintino, que já tem larga experiência organização de festas, saiu a procura de parceiros para se juntarem a ela no projeto. E assim, convite a convite, talentos foram se somando. 

Todos por elas - Fazer brilhar o sorriso de dez adolescentes entre 14 e 17 anos acolhidas pelo Lar de São José passou a ser a grande motivação do time de craques da promoção de festas e eventos que se voluntários em torno do projeto “Meus 15 anos”. 

Da maquiagem ao vestido de gala; do bar temático à cabine de fotografia. As debutantes vão desfrutar de muitos mimos no baile especialmente preparado para elas. 

Mais de 50 empresários de várias áreas (decoração, buffet, serviço de garçom, manobrista, animação, bar temático, DJ, música, cabelo e maquiagem, fotografia, roupas e acessórios) aceitaram doar tempo e recursos financeiros próprios para investir na realização deste sonho (lista completa na arte anexa). Sem contar as pessoas que espontaneamente se ofereceram para ajudar. 

Um dos primeiros foi Eduardo Alexandry, da Taurus Decoração. Ele admite que ficou meio assustado com o convite porque nunca havia participado de um projeto social com essa magnitude. “Quando comecei a perceber os desdobramentos da ação achei que não tinha condições de ajudar. Mas a força de vontade da Greicie foi me encorajando e tudo se ajeitando da melhor forma”, conta. 

“Realizar o sonho delas está sendo uma realização para nós também”, afirma Kariny Oliveira, da Animação Sol e Lua. Jason Bauers, da Bauers Bares Temáticos concorda: "A maior satisfação não é para quem recebe, mas sim para os que têm oportunidade de fazer algo em prol de quem precisa". 

O músico Salomão Gomes, espera que esse projeto inspire muitas outras pessoas. “Mais que ajudar, sei que a nossa banda vai aprender muito com essas meninas que já enfrentaram tantos desafios”, afirma. 

"Que elas aproveitem cada minuto do próximo domingo, pois ver o sorriso em seus rostos e o suspiro de alegria irá nos contagiar", afirma Valéria Ferraz, que presenteou as debutantes com a produção de cabelo e maquiagem para o dia do baile.

"Eu me sinto honrado em participar desse baile de 15 anos, transmitindo tamanha emoção e realizando sonhos dessas dez garotas", traduz Ricardo Belmont, da empresa Apenas um Bar.

“Não há bem maior que ajudarmos uns aos outros. Eu acredito que elas terão um futuro brilhante. Serão advogadas, professoras, funcionárias públicas, enfim, mulheres que farão a diferença neste país”, comemora Amisterdan Pereira , da Amisterdan Garçons, resumindo o sentimento de todos os envolvidos.

Para acompanhar os preparativos do projeto “Meus 15 Anos”, siga @delicattoeventosdf nas redes sociais ou acesse o site www.delicattoeventos.com.br.