Falando sério: contribuição e responsabilidade social

Falando sério: contribuição e responsabilidade social

Muitas vezes me pego pensando sobre o que posso fazer para focar o meu valor de contribuição e responsabilidade social e agir.
Como ajudar ao próximo? Como doar tempo para alguma ação que beneficia o próximo, que pode morar bem perto de mim?
Todos os dias recebo vários contatos (por email, whatsapp, amigos, etc) informando sobre ações beneficentes na cidade, o que me faz pensar o quão pequena eu sou diante de tanta coisa acontecendo no mundo – e assim como boas ações acontecem, milhares de tragédias também rondam o dia a dia mundialmente. Com tantos afazeres que temos no decorrer do dia, naturalmente a ajuda ao próximo vai ficando esquecida, cabendo a cada um perceber o quão significativa seria a sua contribuição neste momento. A vida sempre reserva surpresas – e assim como acredito na lei da Semeadura – acredito que um mínimo ato de ajuda ao próximo nos torna pessoas infinitamente melhores. E, dentro do possível, ajudando quem cruza no nosso caminho.
Como você está semeando o seu hoje?

Ah, este post foi feito para a minha coluna do site Amanhã Vou Assim, que não está mais no ar; trouxe para nosso post de hoje pois somos um blog com responsabilidade social com o Instituto Chamaeleon, que atende crianças carentes e abusadas sexualmente em Brasília. O link para o Instituto está no banner lateral do blog!


Beijos