Estratégias de sucesso do Blue Man Group


Fundado em Nova York em 1987, o Blue Man Group é hoje um dos mais bem-sucedidos exemplos de economia criativa no mundo. Seus shows são vistos por 60 mil pessoas por semana, gerando uma receita de US$ 3,54 milhões. Além das performances ao vivo, lançaram CDs, abriram uma escola e fizeram parcerias na área de publicidade. Em entrevista à revista Fortune, os fundadores Matt Goldman, 51, Phil Stanton, 52, and Chris Wink, 51, contaram quais foram suas estratégias para criar e expandir a empresa.


1. Invente um conceito original 
Os amigos Phil, Chris e Matt frequentavam shows performáticos em Nova York quando tiveram a ideia de criar seu próprio espetáculo, baseado em um único personagem, o Blue Man, ou Homem Azul. Esse personagem seria ao mesmo tempo um herói e um homem comum, com quem o público pudesse se identificar. O primeiro show, no Central Park, recebeu o título de Funeral dos Anos 80: em determinado momento, eles colocavam fogo em ícones da década, como um boneco do Rambo. O empreendedor não precisa criar algo do zero: vale se inspirar no que já existe, desde que ele imprima um traço original à sua criação.

2. Trabalhe duro, mesmo sem retorno 
No início de carreira, os três amigos dividiam todas as tarefas. Para dar conta da criação, produção e performance em diferentes cidades, trabalhavam 14 horas por dia, todos os dias, sem descanso. Nos primeiros meses, os shows deram prejuízo, mas eles foram em frente mesmo assim. Não desanime se tiver que executar mil tarefas ao mesmo tempo, e o lucro for escasso: se seu plano de negócio for sólido, o retorno virá.

3. Controle o seu destino, mas saiba delegar 
Em 1991, os três amigos assinaram um contrato com dois produtores, que detiveram os direitos sobre o grupo por três anos. Para recuperar o controle sobre as atividades, em 1993 fundaram a Blue Man Productions. Cuidar dos negócios e das performances sozinhos seria impossível. Por isso, passaram a contratar atores para encarnar o Blue Man, e criaram um método de ensino para isso. Esse movimento deu escala ao grupo. É importante delegar tarefas para a empresa crescer, mas sem perder o controle da operação.

4. Diversifique, mas com critério 
Além de levar o show para diferentes partes do planeta, os integrantes do Blue Man criaram novos produtos: idealizaram um show de rock para espaços maiores, lançaram CDs, escreveram trilhas sonoras para filmes. Para manter tudo sob controle, nomearam diretores associados, encarregados de garantir a qualidade de todos os produtos. Enquanto isso, os fundadores se concentram em criar novos produtos e fazer o negócio crescer. Durante a expansão, é importante ter gerentes de confiança, para que o líder possa se dedicar à estratégia.

5. Nunca pare de criar 
Os integrantes do Blue Man Group sabem que são donos de uma marca forte, conhecida no mundo inteiro. Mas sabem também que precisam continuar diversificando para atingir o próximo nível. Agora, planejam levar a marca para outras mídias – TV, internet e cinema estão nos planos.

6. Reconheça suas forças e fraquezas 
Em todas as fases da sua carreira, os três fundadores sentaram e analisaram quais eram os riscos reais de cada nova proposta, e só foram em frente quando sentiram que davam conta da tarefa. Para conseguir isso, foi fundamental unir os talentos de cada um dos três fundadores: em qualquer empresa, é importante que a equipe seja ser formada por pessoas com diferentes capacidades.

7. Converse com a equipe 
Durante sua trajetória, muitas vezes os membros tiveram opiniões diferentes sobre os passos seguintes. Para eles, o que vale é o consenso. Sempre que discordam, sentam e conversam até chegarem a um acordo. Dentro do grupo, dizem, não há celebridades. O que vale é mesmo o trabalho em equipe. Fonte: Exame