Quais os limites do Networking?

Em um país como o Brasil, em que as relações interpessoais são geralmente calorosas e ultrapassam a esfera profissional, encontramos ainda bastante preconceito com relação ao networking. Para complicar ainda mais, nossa cultura acaba cristalizando o conceito de que os contatos de cunho profissional devem ser consequência de relacionamentos estabelecidos primeiro no campo da amizade para depois gerarem frutos profissionais.

Essas ideias podem acabar atrapalhando parcerias profissionais que poderiam ser estabelecidas. Porém, para que o networking funcione como esperado, é preciso ter alguns cuidados quanto ao procedimento de abordagem utilizado, bem como à manutenção do contato.

Mas, afinal, em que consiste o networking?


Em um mercado de trabalho tão concorrido como o que vivenciamos na atualidade, expandir sua rede de contatos profissionais se faz fundamental para tornar-se conhecido e mostrar do que é capaz. Com a expansão da internet, encontrar e manter contatos interessantes no campo profissional tornou-se muito mais fácil, porém, perigoso também. Portanto, alguns cuidados são imprescindíveis para que você colha benefícios e evite sair com “o filme queimado”.

Algumas pessoas distribuem e buscam contatos sem quaisquer critérios, o que pode prejudicar sua imagem. Um ponto a favor dos brasileiros é a expansividade, afinal, de nada adianta sair por aí distribuindo cartões se não houver interação. Porém, é preciso estar ciente de que existe um limite: nada de sair por aí falando sobre a briga que você teve em casa ontem com o contato que você acabou de conhecer para “quebrar o gelo”. É preciso cuidar bem dos seus relacionamentos, mantendo contato, porém ciente de que os interesses são profissionais. Lembre-se de que ninguém está interessado em saber se você casou ou separou. A regra é: Não fale demais, mas fale. Não deixe seu contato no vácuo, mas também não sinta-se na obrigação de puxar assunto todo santo dia. Além de ser desconfortável, você pode parecer inconveniente.

Outro ponto importante é a seleção de contatos. Nada de sair por aí adicionando todos os contatos que aparecerem na sua frente. Procure estabelecer contatos que sejam importantes para seu desenvolvimento profissional. Não deixe de fazer colegas e amigos, mas evite aqueles contatos que querem apenas ser populares, com piadinhas e comentários que visam chamar à atenção.

A visibilidade também é importante. Quantas vezes você já tentou falar com uma pessoa, mas ela nunca estava online, nem dava as caras por semanas? A tendência é que acabemos desistindo do contato. Por isso, apareça!

Sinceridade é outra característica fundamental para que seu networking seja proveitoso. Você nunca sabe quando poderá ter um contato em comum com a pessoa para a qual passar uma informação, por isso, sinceridade sempre. Mentiras não constroem nada. Além disso, nunca, jamais, fale mal de ninguém. Isso só prejudica sua imagem. 

Viu só? Basta manter a elegância e a etiqueta que você tem também na hora do networking, e com certeza só terá a crescer!