LOOKS IDEAIS - CARREIRA

Em ocasiões profissionais, requer muita atenção e discrição no quesito - Roupa. Você passa horas em frente ao espelho escolhendo essa ou aquela roupa, combinações entre si, etc. Com as dicas no transcorrer do presente post, irão arrasar em todas as ocasiões, em especial, no ambiente de trabalho e/ou numa entrevista de emprego.


ATENDIMENTO



Quem trabalha com atendimento precisa ter em mente que as roupas podem alavancar ou atrapalhar a carreira. Lembre - se que o que está em pauta é o produto, não você. Em outras palavras: invista em looks que ressaltem sua credibilidade. Isso se consegue, por exemplo, com cores sóbrias - o que não é sinônimo de sem  graça, queridas amigas!!!!!
Olhem o look preto, branco e azul ao lado. Ela está discreta, mas não apagada. O blazer dá um ar mais elegante para dias de reunião, e as sapatilhas recomendo a quem precisa caminhar muito a trabalho. Há uma nova gama de cores usadas na estamparia, que são uma releitura da tendência dos anos 1980 (New Wave). Marcantes pelas cores fortes e vibrantes, como coral, fúcsia e o azul - bic do blazer da foto, elas vieram com tudo em 2010 e continuam em 2011 e em 2012!!!!!







MÉDICAS MODERNAS



Cores fortes nas bolsas são ótima pedida para quem precisa ir trabalhar com look todo branco. Esta bolsa verde, vide foto.
Para sair da básica e tradicional camisa branca, escolha uma com recortes com frisos na cintura, como o da imagem ao lado. Também vale apostar na modelagem diferenciada, caso das mangas amplas e da gola.
Importantíssimo: escolha sempre peças de boa qualidade e modelagem idem. Por quê??? Branco é um perigo danado, pois marca o corpo e evidencia demais as imperfeições. Aqui, as calças, precisam SEMPRE ter forro. O cumprimento da blusa é estratégico para cobrir o quadril e não marcar o corpo.
Sapatos brancos são muito difíceis! Uma ótima opção são os off - white, como esse de palha.






Se você acha a bolsa verde do primeiro look  ousada demais, pode dar uma alegrada com uma marrom ou preta. A adição de cores pode ser feita por meio um lenço como este rosa, que também deixou o visual mais alegre.
Para a bata de linho como a da imagem ao lado ficar menos simples, a peça recebeu aplicações na gola. Essa é uma das opções, mas não a única, para diversificar seu look branco total. Em alguns casos, dá para apostar em off - white ou gelo.
Quem caminha muito pode trocar o sapato alto por um All - Star, veja que arraso vai ficar! Só não se esqueça de fazer a barra para não empapuçar. Evite de qualquer jeito scarpin e bota branca. Esta última, faz parecer que seus pés estão engessados.






ENTREVISTA DE EMPREGO FORMAL


Candidatar - se a um emprego, você sabe, é uma daquelas situações em que vale a máxima "que vença a melhor". Uma parte disso - bem importante, aliás - depende do seu visual. A grande maioria das mulheres se sente mais segura com um terninho de cores sóbrias, o que não é um problema. Porém, há maneiras de ser formal e elegante com um toquezinho próprio.
Você não precisa necessariamente usar o terno completo. Dá para desmembrá - lo, como é possível conferir na foto ao lado, e ainda continuar sofisticada. Aqui, combinamos a calça de alfaiataria com uma blusa bacana. O princípio foi de que, em geral, entrevistas de emprego acontecem com a pessoa sentada. Ou seja, vale investir numa gola mais interessante ou em ombros estruturados, pois passam credibilidade e a parte de baixo do look tem peso menor.
Caso precise ir andando até o local, não tenha medo de pôr os pezinhos numa sapatilha bem bonita e confortável.




Faz questão do terno completo? Também acho lindo!!! O que importa no momento da conversa com seu possível futuro chefe é você estar segura. Informe - se do grau de formalidade da empresa, use uma versão menos careta da peça. Repare que o corte deste blazer dá à roupa um ar moderno. Complete essa pegada com uma sandália de tom parecido como o da calça. A escolhida é uma ankle de salto com peep - toe, super na moda!!!!!
Já que você ousou um pouquinho no terno, pise outro tantinho no freio ao definir que camisa usará sob ele. Neste caso, apostei numa de seda para assegurar a aparência chique - uma peça de tecido menos nobre deixaria o conjunto mais informal do que o recomendado. Para completar, um colar de fios de metal, um relógio com modelo mais tradicional e um óculos poderoso, que traduz a sua personalidade.





ENTREVISTA DE INFORMAL EMPREGO



Quanto mais detalhes você souber sobre a empresa, melhores serão suas chances de acertar no look. Digamos que se trate de uma vaga numa agência de publicidade bem descolada, por exemplo. Seria um erro comparecer num look tradicional demais - correria o risco de parecer antiquada e desinformada.
Substitua a calça de alfaiataria por um jeans. Precisa ser um de lavagem escura, que é mais elegante (os claros são sempre casuais).
Você poderia ir de sapatilha ou salto alto, mas repare no look ao lado, ficou bonito com anabela dourada, que é mais atual!!!! O verde da blusa ficou mais chique por ela ser de seda.
O casaquinho de tricô tem modelagem casual, porém, se torna mais refinado com o detalhe de renda nas mangas.





Sempre falo que não é preciso morrer de medo de cores e de estampas de bicho, e esta foto serve para comprovar isso. Não tem problema vestir oncinha em uma peça. O problema é quando ela domina o look de trabalho.
Uma peça que tem margem maior para ousadias com cores são as bolsas (esta vermelha dispensa explicações, né???). Idealizada para o guarda - roupa dos motociclistas, a jaqueta perfecto entrou para o vestuário feminino depois de várias reeleituras ao longo das décadas. Mas passa, ainda hoje, uma sensação de força e segurança, principalmente quando apresentam ombros fortes e tachinhas como o da foto. O cinto de couro com corrente dourada dá o acabamento perfeito para essa mulher atual, completando com um relógio - pulseira que traduza seu estilo e o óculos, que ficou harmonioso com o formato do rosto.


Gostaram do post??? Ótimas dicas!!!!! Agora sim vamos arrasar nos looks! Quero saber sua opinião.
**** Fragmentos retirados do livro "Continue na Moda" com Isabella Fiorentino, Libreria Editora.