A fina arte de dizer "Não, obrigada"

Não pense você que mulher chique e rica compra tudo o que oferecem (acho que só as nossas queridas it girls...). Pelo contrário. Só investe no que quer e no que precisa – por isso sempre tem dinheiro. Essa história de ficar envergonhada de recusar a indicação do cabeleireiro, da esteticista ou da vendedora de maquiagem, por medo de acharem que seu cofre está vazio, é pura roubada. O que você precisa é saber dizer não com classe. Veja três truques para sair pela tangente sem perder a pose:
·         Quando estiver na esteticista:
A profissional acaba de fazer sua limpeza de pele e diz que montou um kit com todos os produtos que usou no seu rosto para você continuar o tratamento em casa. Responda: “muito obrigada pelo conselho, mas prefiro ver como meu rosto reage aos ativos antes de comprar os cremes”.
·         Quando for ao salão:
A assistente do cabeleireiro diz que seus fios estão muito ressecados e que você precisa passar a usar o trio xampu, condicionador e máscara que ela vai mostrar. Responda: “adorei a dica. Você não tem amostras do produto para eu testar em casa e ver se a linha realmente funciona no meu cabelo?”
·         Quando passar na perfumaria:
A vendedora diz que você ficou incrível com a sombra que ela acabou de passar nos seus olhos. Aproveita para perguntar por que não leva também o lápis e a máscara para cílios da mesma linha. Responda: “obrigada, querida, mas agora vou levar apenas a sombra. Você tem toda razão: ela é o máximo!”.
imagens: Google


Sempre exercito esses pontos, e sempre me dei bem, sem peso na consciência!!
Beijos!!

Texto com adaptações minhas da Revista Nova Ed. Abril 2009