Voce, empreendedor, sabe delegar tarefas?

Na expectativa de ver a empresa crescer mais rápido, alguns empreendedores tentam abraçar o mundo e executar o maior número de tarefas possível dentro do negócio. A centralização demasiada, no entanto, pode acabar prejudicando o bom andamento da operação.
“O líder precisa aprender a delegar e distribuir tarefas para poder crescer e expandir o seu negócio”, diz a consultora em liderança, desenvolvimento e gestão estratégica de pessoas, Verônica Rodrigues. Segundo a especialista, fatores como o receio de perder o controle, a desorganização e a falta de priorização das atividades e do preparo dos funcionários para assumi-las levam líderes de pequenas e médias empresas a assumir mais funções do que podem dar conta, deixando de lado o papel estratégico que deveriam estar exercendo.

Confira, a seguir, alguns dicas para aprender a delegar tarefas na sua empresa:
1. Transforme-se em um líder-coach
Se antes você costumava passar as ordens ao funcionário e dizer como ele deveria executá-la, demonstre que ele é valorizado e o estimule a mostrar as competências e qualidade que ele possui. “Um líder-coach é aquele que faz perguntas e faz o colaborador pensar para encontrar as saídas e as soluções por si, de modo independente”, explica Verônica. Ouça as ideias que ele tem para apresentar e criem juntos uma solução, ou uma possibilidade de inovação. “O líder-coach acredita que não precisa ser o melhor em todas as especialidades, mas ter consigo os melhores em suas especialidades, para obter resultados por meio do resultado do trabalho destas pessoas.”
2. Priorize as atividades estratégicas
O papel do líder é hierarquizar as tarefas que devem ser executadas pela equipe e assumir para si apenas aquelas que são mais importantes. “As atividades consideradas estratégicas são as que só o empreendedor pode realizar naquele momento”, diz a consultora. Entre arquivar documentos e visitar clientes, não há dúvida que o dono do negócio deve delegar a primeira tarefa e se dedicar mais à segunda. E se o empreendedor não consegue diferenciar o que é prioridade, vale procurar um coaching. Na rotina de oito horas diárias ou mais, liste as tarefas e defina quais as mais importantes para o seu empreendimento e quanto tempo levará para executá-las. As que sobrarem, sendo menos importantes, podem ser delegadas, ficar para o dia seguinte ou não serem executadas - o importante é estar ciente do peso de cada decisão.
3. Analise seus funcionários
Faça um mapeamento para identificar os principais talentos da empresa, qualidades e experiências deles e relacioná-los às necessidades de cada posição. Esta análise permitirá que você distribua as tarefas às pessoas mais qualificadas para executá-las, aumentando a eficiência dos processos. O RH deve ter ferramentas adequadas para analisar os perfis dos funcionários e ajudar o líder nestas decisões. Se a empresa ainda é pequena e não conta com uma equipe de RH, ele pode recorrer a uma consultoria ou fazer cursos para se capacitar. Mesmo em uma microempresa, as tarefas podem ser distribuídas levando em conta a carga de trabalho de cada colaborador. “O único detalhe é que, em uma empresa pequena, com poucas pessoas, convém que todas – ou a maioria delas – embora seja designada para ser responsável e realizar um certo grupo de tarefas, esteja treinada e preparada para assumir o lugar da outra em caso de férias, ausência ou demissão”, destaca Verônica.

4. Defina um plano de desenvolvimento
Depois de definir quais tarefas podem ser delegadas e para quem, o próximo passo é montar um plano de desenvolvimento. Com a responsabilidade compartilhada com seus colaboradores, o plano servirá para identificar áreas que precisam ser aprimoradas no serviço a ser prestado. Mais tarefas poderão ser delegadas e você conseguirá focar no desenvolvimento do seu negócio. Para garantir o estímulo dos funcionários e manter o sucesso na delegação das tarefas, Verônica recomenda o aprendizado on-the-job, oferecendo oportunidades para que eles realizem o trabalho como acharem mais adequado. “Além disso, é importante reconhecer o trabalho feito pelas pessoas e dar feedback frequente”, comenta. E, se o resultado for um erro, evite apontar culpados e apenas criticar. Oriente e mostre soluções para que a tareja seja cumprida com sucesso na próxima execução.
5. Siga em frente, apesar do erro
Você aprende a delegar tarefas, mas quando os primeiros erros aparecem, volta a abraçá-las e concentrá-las. “Infelizmente, este é um hábito muito comum, que deriva da incapacidade ou despreparo do líder em capacitar, treinar ou preparar outras pessoas”, diz Verônica. Ela explica que delegar é uma competência que os líderes devem possuir, desenvolvendo por treino ou em um programa de coaching. E se a decisão que seu colaborador tomou não foi a que você gostaria, converse com ele e explique quais os seus critérios, verificando prós e contras na escolha dele. Assim, você esclarece como prefere que determinado assunto seja analisado e resolvido.
6. Acompanhe a execução
Para não correr o risco de se frustrar com o desempenho dos funcionários nas tarefas que você delegou, acompanhe de perto a execução e intervenha, se necessário. “Nenhum líder deve se conformar com erros frequentes ou tolerar a mediocridade. Deve tentar identificar e agir para eliminar as causas”, afirma a consultora sobre o trabalho do líder em gestão de pessoas e processos. Leve em conta que cada colaborador tem uma curva de aprendizado e analise a melhor maneira de fazer com que ele atinja as metas. Quando definir um objetivo e for comunicá-lo à equipe, seja claro e se certifique de que foi compreendido. No plano de desenvolvimento, considere uma análise prévia do que será necessário para os funcionários executarem as tarefas: material, equipamento, software ou mesmo um reforço de pessoal.

Fonte: Revista Exame

PILATES: UM ALIADO CONTRA O ENVELHECIMENTO

Queridas amigas e seguidoras deste maravilhoso blog!!!!! Vamos entrar em 2012 com o corpo em forma e combater um mal que nós mulheres temos medo - ENVELHECIMENTO - com uma técnica simples e que qualquer pessoa pode praticar - Pilates.




Desenvolvido pelo alemão Joseph Hubertus Pilates, a famosa técnica que leva o sobrenome de seu criador conquistou espaço nas academias e caiu no gosto popular. O exercício, feito através de objetos simples como bolas e elásticos, é um grande fortalecedor dos músculos e proporciona flexibilidade e alongamento.

O pilates é uma técnica que trabalha tanto o corpo quanto a mente do indivíduo. Exercícios de meditação proporcionam o autoconhecimento e geram um equilíbrio da saúde mental e física. Por isso, os especialistas da área o indicam para qualquer idade e até mulheres grávidas.

Além de auxiliar corpo e mente, as aulas de pilates contribuem no tratamento da osteoporose e auxiliam as funções motoras, diminuindo o índice de quedas — além de reduzir as chances de derrame, câncer de colo do útero e depressão. O exercício também é indicado para a retomada de movimentos, já que permite ao idoso ou acidentado uma melhor compreensão de seu corpo, estimulando assim as áreas debilitadas.

É comprovado cientificamente que o envelhecimento ativo é primordial para a longevidade, e a OMS (Organização Mundial de Saúde) prevê que em 2025 o Brasil será o sexto país com mais idosos do mundo.



******Curiosidades acerca do Pilates:

# Teve diversas influências como yoga, zen budismo, artes marciais e exercícios praticados pelos antigos gregos e romanos;

# Joseph Pilates criou uma atividade física baseada em seis princípios básicos: respiração, concentração, controle, alinhamento, centralização e integração de movimentos;

# Pilates sofreu de asma e raquitismo quando criança, assim seu método originou-se da sua determinação em fortalecer o corpo frágil e doente;

# A bailarina Allegra Kent inspirou-se em alguns dos exercícios do mat para criar uma sequência de dança que George Balanchine incorporou em sua coreografia Seven deadly sins (Os sete pecados capitais).


Vamos, corra até uma academia e experimente uma aula de pilates: você certamente vai ganhar muito mais qualidade de vida! Conte - me, caso já praticou ou há interesse em praticar pilates. Gostaríamos de saber sua opinião.

Bjs


Dayana Santiago
@DayanaSantiago

A sua roupa e o estado de espírito no trabalho

Olá amigos!
Sou leitora assídua do blog Conversinha Fashion. A Amanda, autora do blog, tem um estilo super atual de escrever e retrata a realidade, não só no lado fashion, mas em vários âmbitos da vida pessoal. Quis compartilhar com vocês esse post dela, que diz muito para quem quer se vestir bem e "estar bem" o dia inteiro.

Muitas pessoas adoram aplicar a ordem do guarda-roupa de trabalho mais simplório e seco que o guarda-roupa “da vida”. Ou melhor, investem muito mais na roupa de sair, de festejar, e passear, do que na roupa do dia-a-dia. Bom, essa lógica não é lá a melhor lógica do mundo. Pense em quantas horas diárias você gasta trabalhando. São muitas. Se você trabalha oito horas por dia, que é relativamente normal, você passa quase 1/3 da sua semana com essa roupa tal, e se você pensar que passa outro 1/3 dormindo, esse número de oito horas diárias é metade do seu dia e metade da sua vida! Ufa, deu para entender a lógica da coisa?! Então vamos lá.
Investir nas roupas do trabalho é uma boa ideia, até porque são peças que você lava com muitíssima frequência e que, assim, sofrem maior desgaste. As calças, camisas, blusas e calçados de trabalho, que podem ser aproveitados também na vida pessoal, são super importantes e não devem ser renegados a uma segunda categoria. Não cola aquela história de: “Ah, é só roupa para trabalhar… pode ser qualquer coisa”. O trabalho, ainda que cansativo, deve ser algo que gera prazer e orgulho. Assim, passar tanto tempo com roupas medianas ou inadequadas,que geram infelicidade, é apostar em um tipo de visual igualmente infeliz. Por sua vez, se o seu trabalho não lhe faz feliz, e lhe dá vontade de não sair da cama nunca mais, talvez seja o momento de buscar novos desafios ou mesmo dar uma guinada na sua história. Digo isso porque a roupa reflete um estado de espírito e se este não é lá dos melhores, diferentemente do que acontece nas outras partes da sua rotina, vale tentar interpretar as mesagens enviadas e buscar uma história melhor, mais feliz.
Pois então. A roupa de trabalho, assim como as outras, requer plenejamento, principalmente no quesito quantidade. É necessário ter um tanto suficiente para suprir suas carências diárias, evitando a falta ou o exagero. Também é importante evitar a tal paixão doentia pelo visual profissional, super extrema, que faz com que o tipo de peça basicamente domine o guarda-roupa, faltando peças para a vida pessoal. Essa equação de quantidades e necessidades é primordial para nortear o que estrutura o seu dia-a-dia; ou ao menos é a representação de uma das suas primeiras atitudes deste que você nasceu – o ato de vestir-se para encarar mais um dia.

Marketing on line é importante para sua empresa SIM!

Que a Internet é encarada como a mais importante ferramenta de marketing isto não é novidade. Com custos atrativos, fácil mensuração de retorno e mais contato com público alvo com certeza o marketing online é primordial. Mas por que muitas empresas ainda fogem disto?
Atualmente não há mais como fugir. Se você ou a sua empresa não estão na internet e/ou não investe em marketing online, tenha a certeza que brevemente sentirá (infelizmente) o peso desta ação (isto é, por não ter agido).

A propaganda boca-a-boca fortaleceu-se ainda mais com a internet.
Antes de comprar algo podemos verificar no Reclame Aqui se a empresa tem reclamações. Compararmos preços no Buscapé. Verificar se existe uma loja física e/ou analisar os comentários sobre o local /serviço no Foursquare. ETc.
Vivemos um boom do marketing online. E nós, empresários ou responsáveis por uma determinada marca, temos que investir nisto.
Marketing online ainda assusta muitas pessoas. Empresários ou donos de lojas que pararam no tempo. Que acreditam que a internet, e ferramentas como Facebook, Orkut, Instagram, Foursquare são apenas brincadeiras e perda de tempo.
Com certeza quem está perdendo tempo são estas pessoas. Por medo do novo, esquecem que o seu público alvo estão justamente nestes canais. E podem estar falando mal de sua empresa / serviços.
O Facebook, por exemplo, tornou-se um enorme canal de referências. A sua marca pode, em segundos, ser odiada ou amada.
Sinceramente, o marketing online veio para ficar. E digo mais. Se você não se antenar com estas novas ferramentas poderá ser engolido pela concorrência ou simplesmente ignorado pelo público adepto ao marketing online.
Marketing Online deixou de ser o envio de email marketing. Aquela propaganda indesejável que recebemos no nosso email. Aliás, isto tornou-se uma praga. E como ainda existem empresas que acham que são lidas assim. Simplesmente são deletadas.
Marketing Online, realmente tornou-se o esforço da empresa em informar, comunicar, promover e vender seus produtos e serviços pela internet.
E consumidor não é bobo. Se sentir que foi abordado apenas para comprar e pronto, poderá até comprar na primeira vez. Porém você perderá um cliente fiel. E ganhará um boca-a-boca negativo.
Que ter sucesso?
Faça marketing online informativo. Agregue valores ao seu produto.
Não tenha medo de internet e suas ferramentas. A sua marca agradece!

Fonte: Portal Administradores

O que é o Conhecimento?

 
Em  todos os ambientes da modernidade, busca-se, cada vez mais intensamente, a presença de indivíduos. Ou seja, seres humanos capazes de conviver em harmonia em um ambiente criativo. Mas, quem é o indivíduo? Como definir este ser? Indivíduo é um ser inteiro, indivisível, holístico. E como estes traços podem ser reconhecidos?

Perguntaram certa vez a um bem sucedido homem de negócios o que faz uma pessoa criativa “funcionar”. Eis a resposta: “O criativo quer ser um sabe tudo, quer saber todo tipo de coisas: história antiga, matemática do séc. XIX, técnicas modernas de produção, arranjos florais, preços do mercado futuro. Porque nunca se sabe quando as informações vão se juntar para formar uma nova ideia. Pode ser dali a seis minutos, seis meses ou seis anos".

Esta é a essência do ser indivíduo: buscar conhecimento. Conhecimento é a verdadeira matéria da qual são feitas as ideias. Entretanto, sabemos que conhecimento engavetado não cria novas realidades. Precisa sair das profundezas onde o guardamos para gerar descobertas. Descobrir consiste em olhar para o que todo mundo está vendo e pensar uma coisa diferente.


"Se o conhecimento pode criar problemas, não é através da ignorância que podemos solucioná-los."

(Isaac Asimov)

Texto de:Ana Lúcia-Orion Comunicação

Glossy Box: a caixinha de surpresas!

Recebi, depois de uma longa espera, a minha caixa Glossy Box Premium, de produtinhos importados, do mês de Outubro/2011.
Vem numa caixinha super fofa, numa embalagem linda, como podem ver na foto abaixo:


Dos produtos, apenas um veio em tamanho natural, os demais foram amostras.
Acho que valeu a pena, eu amei o Silk Touch Compact Powder da Artdeco.
A descrição do produto é a seguinte:
Para quem adora brilhar a noite inteira, esse pó compacto, com textura ultrafina e pigmentos refletores, aumenta a durabilidade da maquiagem e oferece um efeito delicado e macio. Com toque confortável e macio, é livre de fragrância e está disponível em três tonalidades: Bege Natural, Bege Médio e Bege Claro. E para conferir o make em qualquer lugar, possui uma embalagem sofisticada com espelho compacto para os retoques ao longo do dia e pode ser adquirido pelo sistema de refil, garantindo economia e praticidade.

Os demais produtos que vieram em tamanho de amostra foram:
Shampoo Klinsen
Bloqueador solar ROC Minesol Oil Control FPS 30 (já usei e super indico-ele é ótimo pra pele oleosa como a minha!)
Sabonete líquido Neutrogena Oil Free-ótimo!
Bronzeador e Acelerador de Bronzeado da Australian Gold - uso ambos, desde minha viagem para Miami, que comprei inclusive com estoque pois adoro esses produtinhos!!

Valeu a pena a compra desta caixinha, agora espero ansiosamente a próxima!
Quem achou interessante e quer adquirir a sua, entre no site Glossy Box e veja como funciona. Tem opções de produtos nacionais e importados!
Beijinhos!

Desejo do dia


I want it!!
Giuseppe Zanotti

Looks da 284

Uma loja que eu adoro e que saber traduzir perfeitamente as tendências é a 284.
Seu lookbook é apaixonante, mantendo um equilíbrio em todas as produções.
Tem franjas, florais, calças flaires, print animal, todas em produções femininas e chiques.
Selecionei os looks que eu amei!!
Vamos ver? (o post não é patrocinado, eu realmente adoro as produções e as peças!!)

















SIMBOLOGIA DAS FLORES



As flores são símbolos nacionais e religiosos usadas em rituais, celebrações, comemorações, funerais, decoração de ambientes e também consideradas presente especial para alguém que você goste muito.

Antigamente as flores simbolizavam o trabalho do Sol, e flores amarelas e laranjas, intensificavam essa conexão. Já na tradição Hindu, as flores são relacionadas ao “éter”, isto é, o espírito.

Atualmente, as flores dos buquês oferecidos têm significados específicos, por exemplo, as rosas vermelhas representam o amor e as rosas brancas, a pureza; enquanto o lírio branco está associado à morte, um sinal de dor e compaixão.

Queridas leitoras, vamos aprender tudo sobre a simbologia das flores??


Lírio

Sabemos que o Lírio é citado na Bíblia e os judeus decoravam seus templos com Lírios por todo o ambiente, pois simbolizavam a simplicidade e a pureza. Já na simbologia cristã, ela representa castidade, pureza e sofrimento. Nos países católicos, essa maravilhosa flor é dedicada a Virgem Maria como símbolo de pureza e na Páscoa, símbolo de ressurreição. O cálice cristão deriva do “Copo de Lírio”, sendo assim o recipiente da vida sagrada.



Flor-de-Lis

O Rei Felipe I, na França século XII, escolheu essa flor como o emblema de seu país. Flor-de-Lis é também símbolo da Virgem Maria e considerado sagrado porque era incluído nas roupas e nas chamas de guerra, antigamente. A Flor-de-Lis vermelha é o símbolo heráldico da cidade italiana de Florença.




Tulipa

A origem dessa flor se deu na Turquia e era considerada a flor do amor perfeito e também simbolizava uma declaração de amor. No Império Otamano simbolizava a pureza e a divindade. Já na Holanda, século XVII, uma “tulipamania” tornou-se extremamente caro e é o símbolo nacional nesse país.





Papoula

Da papoula obtemos o ópio e outros derivados e está associada ao sono, ao inconsciente e à morte. Na Grécia Antiga, essa flor era dedicada ao deus do sono, Hypnos, ao deus dos sonhos, Morfeu, a senhora da morte, Perséfone. Essa flor é também símbolo de fertilidade, uma vez que a papoula produz muitas sementes.As Papoulas vermelhas têm sido usadas para homenagear soldados mortos desde a Primeira Guerra Mundial e em outros países, as coroas de papoulas são postas em memoriais de guerra, isto é, quando todos os soldados mortos na guerra são lembrados.


As flores passam energias positivas e podem despertar as diversas sensações de prazer e alegria no ambiente em que estiverem. Agora que já sabem a simbologia das flores, cultive você também uma planta em sua casa ou presenteie alguém.

Espero que tenham gostado do post. Comentem!!! Adoooro saber suas opiniões.
Bjs



Dayana Santiago
@DayanaSantiago

Capital Fashion Week


Nos dias 28, 29 e 30 de novembro, a moda agitará a Câmara Legislativa. A Casa do Povo será palco, neste período, da 11ª edição do Capital Fashion Week (CFW). O evento será aberto na próxima segunda-feira (28), às 14h30, com  sessão solene proposta pelo deputado Joe Valle (PSB), seguida de desfile de Miranda Castro Jóias. O tema da 11ª edição do CFW será A nova moda brasileira nasce em Brasília. A programação inclui, além dos desfiles, palestras e debates sobre diversos temas ligados à moda brasileira, com a participação de especialistas de renome.
Considerado o maior evento de moda do Centro-Oeste e o terceiro do Brasil, o Capital Fashion Week foi lançado em 2005 pela empresária Márcia Lima e já revelou 35 novos talentos, jovens estilistas que hoje trabalham em fábricas, estudam no exterior, atuam como professores ou desenvolvem projetos inovadores em Brasília. Os mais destacados apresentam sempre suas coleções no Capital Fashion Week, que nas suas edições costumam movimentar público de 20 a 30 mil pessoas, despertando grande interesse da população local.
O CFW também foi responsável pelo lançamento de grifes locais, que têm apresentado suas peças em desfiles nos grandes centros mundiais. O evento tem o reconhecimento da Apex-Brasil, da ABIT (Associação Brasileira da Indústria Textil e de Confecção) e da ABEST (Associação Brasileira de Estilistas), entidades parceiras e patrocinadoras desde 2007.
O deputado Joe Valle ressalta a importância do Capital Fashion Week para a economia do Distrito Federal, lembrando que Brasília detém o status de terceiro pólo consumidor do mercado de luxo no Brasil e conta com 21 shopping centers - o maior número por habitante de todo o Brasil. São 3,2 mil lojas nos estabelecimentos, que geram cerca de 26 mil empregos diretos e 40 mil indiretos.
O líder do bloco PT-PRB, deputado Chico Vigilante (PT), elogiou a iniciativa de realização do Capital Fashion Week na nova sede da Câmara Legislativa e destacou a importância do evento - realizado em duas edições anuais - para o mercado da moda no Distrito Federal.
“Trata-se de um evento que movimenta o Distrito Federal, hoje composto por 30 regiões administrativas. Entre estas se inclui Brasília, a Capital, com população de 2,6 milhões de habitantes, ostentando a renda per capita mais elevada do país, conforme pesquisas recentes”, observa o deputado.
De acordo com Chico Vigilante, as instituições de porte nacional e internacional que patrocinam o CFW vêem o evento como instrumento para alavancar o desenvolvimento da moda no Centro-Oeste, abrindo oportunidades para exportação e venda em outros centros do país. Observou, ainda, que neste ano alguns fatos demonstram o papel do CFW como construtor de um projeto de moda a partir do Centro-Oeste. Um destaque foi a posição assumida por dois “estilistas do CFW”, ambos descobertos recentemente pelo concurso Novos Talentos do Capital Fashion Week.
Anna Paula Osório ficou em primeiro lugar no concurso nacional da Casa dos Criadores de São Paulo, com Sean Marcucci na terceira colocação. Os dois estão sendo chamados a participar de eventos de moda nos grandes centros brasileiros e em alguns países. Akihito Hira, outro “estilista do CFW”, tem convite para desfilar no New York Fashion Week.
Programação da 11ª Edição do Capital Fashion Week, de 28 a 30/11/2011, na Câmara Legislativa do Distrito Federal:
28 de novembro, segunda-feira
14h30 – Sessão solene no Plenário da Câmara Legislativa, seguida de desfile de Miranda Castro Jóias.
Desfiles:
17h – Camila Prado
18h – Fashion Inclusivo – Paranoarte
19h – Osório – por Anna Paula Osório
20h – SummerShop
21h – Confraria
29 de novembro, terça-feira
Ciclo de Palestras no auditório da Câmara Legislativa:
16h – Apresentação de Pesquisa do Setor do Vestuário de Brasília – Sebrae-DF
17h – A Moda Brasileira no Mercado Internacional – Marco Aurélio Lobo – Apex-Brasil
18h – Mercado de Luxo x Mercados Emergentes: Perspectivas para 2012 – André Von Ah
19h – Case: internacionalização da Marca Havaianas – Angela Hirata. Mediador: professor Marco Antônio Vieira, coordenador de Moda do IESB
30 de novembro, quarta-feira
Desfiles:
 16h – Vila Kids
17h – Luciana Machado, Eliana Murargy e Hudson Lucas
17h40 – Ivan Hugo
18h20 – Fernanda Ferrugem
19h – Sakina
20h – IESB
21h – Romildo Nascimento para Diana Goes
José Coury Neto - Coordenadoria de Comunicação Social

Fonte: Site CLDF

Namoro no trabalho: saiba como se comportar

Se o ambiente de trabalho é onde você passa a maior parte do seu tempo, nada mais natural do que conhecer alguém especial e com as mesmas afinidades nesse local. O problema é que nem sempre o envolvimento amoroso é bem-visto dentro das empresas. Cada corporação tem suas regras a respeito de relacionamentos entre funcionários. Portanto, o ideal é manter a postura, a discrição e o bom-senso! Confira as dicas da consultora de RH Daniela Correa para namorar um colega do trabalho sem prejudicar o relacionamento ou a carreira.

Conheça as regras da empresa
Converse com seu superior sobre a posição da empresa em relação ao tema. Isso pode evitar mal-entendidos. Há empresas que permitem o relacionamento entre colegas. Outras transferem um dos dois de setor. Também há aquelas mais rígidas, que não admitem envolvimento. Informe-se!

De bico calado
Se seu namoro for recente, não comente com os colegas no trabalho. Se o relacionamento não der certo, você dará abertura para comentários e fofocas.

Namorico? Só em casa!
Separar o lado pessoal do profissional não é fácil, mas é fundamental! Ficar pendurada no telefone com o amado e fazer visitas frequentes à mesa dele pode comprometer sua produtividade. E seu chefe certamente notará a diferença!

Almoce com a turma
É importante ser discreta também na hora do almoço. Você pode ter a companhia do seu companheiro nesse momento, mas não se afaste dos colegas.

Deixe o bate-papo para depois do expediente
Não converse com seu namorado por meio das ferramentas corporativas (telefone, e-mail e MSN). Pode haver confusão se você enviar a mensagem por engano para a pessoa errada ou se seu supervisor ler a conversa pelo MSN sem querer. Deixe qualquer assunto pessoal para depois do expediente.

Roupa suja se lava em casa
Não leve seus problemas para a empresa. Ter crises de ciúme e fechar a cara após uma briga com o seu amor vai expor seu namoro para todo mundo.

Sem intimidade
Não demonstre qualquer tipo de intimidade com seu companheiro dentro da empresa. Deixe os abraços, mãos dadas, beijinhos, brincadeiras e apelidos carinhosos para os momentos íntimos.

Mantenha a classe nas festas
Ao sair com colegas do trabalho, mantenha a postura com seu namorado. Não pega bem sentar no colo dele, dar beijos, falar da intimidade de vocês ou ter uma discussão. Lembre-se: o que for feito na happy hour pode chegar à empresa e comprometer seu crescimento profissional.

Fonte: M de Mulher

Presentinho: L'occitane en Provence

Adoro chegar em casa e ter caixinhas esperando por mim!!
E dessa vez foi um presentinho que ganhei no sorteio da Vanessa Nedel , cheio de dicas de makes que amo!!
Bem, dentro dessa caixa linda vieram:
Duo de sombras
Duo de blushs
Batom Cerise- vermelho lindão!!
Gloss Grenadine
E as amostrinhas de shampoo, leite hidratante para o corpo e protetor solar facial (masculino-meus irmãos vão amar!!)





Obrigada à L'occitane e à Vanessa, amei minhas makes!!!
Beijos

Empresas motivam funcionários a explorar novas possibilidades e ganham em inovação e novos produtos.

O cumprimento de metas e a organização do trabalho por meio de tarefas estão presentes atualmente em quase toda a economia. Porém, existem companhias que querem de seus funcionários mais do que a execução de funções designadas – querem que eles pensem à frente.

Para essas empresas, o intraempreendedorismo é um conceito presente no cotidiano. Ele reflete em motivação para que os funcionários pensem e argumentem a respeito de novas possibilidades, bem como avalia positivamente e recompensa àqueles que assumem uma postura criativa.

O termo “intrapreneur” teria sido primeiramente utilizado pelos consultores canadenses Gifford e Elizabeth Pinchot, em 1978, para designar os executivos que, nas empresas, assumiam o papel de agentes de mudanças e promotores da criatividade e inovação.

Lucrando com boas ideias

O conceito ganhou força há cerca de 20 anos, mas empresas já utilizavam métodos para acolher e aprimorar invenções e boas ideias de funcionários, com o objetivo de  impulsionar o desenvolvimento de produtos e  métodos de gestão.

Um exemplo de postura intraempreendedora é a *3M, empresa que abraça a filosofia e incentiva seus colaboradores a despender 15% de seu horário de trabalho na dedicação a projetos pessoais, os quais eventualmente culminam em novos produtos ou técnicas que passam a ser desenvolvidos pela empresa. A empresa afirma adotar tal política desde a década de 1940.

“Isso foi institucionalizado pela empresa há quase 70 anos, mas faz parte da cultura da companhia desde a invenção da fita crepe”, conta Luiz Eduardo Serafim, gerente de marketing corporativo da 3M do Brasil. 

A história da fita crepe, para Serafim, é um bom exemplo de como nasceu na empresa a ideia de cultivar em seus colaboradores o desejo de fazer diferente. A fita crepe foi inventada em 1923, quando um funcionário do laboratório do grupo foi escalado para ajudar a melhorar a produção de lixas da companhia. Avaliando os processos, o funcionário acabou pensando na possibilidade de produzir fitas adesivas. “Até então a empresa, que nasceu em 1902, só produzia lixas”, conta o executivo.

Autonomia e respeito às ideias

Serafim explica que não existe uma ciência exata para definir as características de um profissional potencialmente empreendedor. “Tentamos identificar esse perfil pelas dinâmicas impostas no processo de seleção, procurando no candidato características como visão de crescimento, facilidade em questionar as coisas e gosto por pensar de maneira diferente”, explica ele.

Alguns setores da empresa acabam atraindo profissionais empreendedores com maior facilidade, como é o caso dos departamentos comercial e de marketing, além de setores de caráter mais técnico. “Já setores mais operacionais e burocráticos acabam priorizando outras características na hora de escolher seus profissionais”, diz Serafim. 

De acordo com o executivo, incentivar seus funcionários a delegar tarefas e encorajá-los a ter ideias ouvindo-as e avaliando sua pertinência é o que mantém o time sempre pronto para inovar. “Aqui na 3M as pessoas são motivadas a não se acomodarem em suas posições na corporação e pensarem além de seus cargos”, afirma.

O executivo não detalha, mas garante que as boas ideias são recompensadas e compartilhadas internamente. De acordo com Serafim, o reconhecimento de iniciativas inovadoras é, no final das contas, um grande diferencial do grupo, que remonta aos primórdios de sua fundação, na primeira metade do século XX.


Fonte: Capturado em 22/11/2011 às 06:08 AM,  diretamente do Portal HSM - 31/10/2011.

Esmalte da Semana: Black Pearl




A perfeição em esmaltes!
Amo!
Black Pearl, Chanel

COMO VENCER NA VIDA




A felicidade, tanto na vida profissional como na pessoal, depende 100% das escolhas que você faz. As decisões não mudam nossa vida, mas as atitudes sim. Não adianta nada decidir algo e não praticar a decisão. Ficar sentado esperando o emprego chegar não dá. Se você não for atrás, não investir em si mesmo, não procurar alternativas e oportunidades, o emprego não vem.

A vida não é teoria e sim prática. Vencedores são os que estão dispostos a caminhar sempre cultivando o autoconhecimento e a autorealização. Vamos conhecer 10 atitudes para se alcançar o sucesso.

1 – Seja humilde: ser humilde não é acreditar que somos menos do que os outros; ser humilde é saber que não somos mais do que ninguém. Encontrei esta frase na internet e achei o máximo. Se souberem o autor, me avisem.

2 – Tenha paciência: paciência é uma arma fundamental para qualquer vencedor. Somos seres interdependentes. Isso quer dizer que dependemos uns dos outros sempre. Então, seja paciente para esperar o tempo certo para as coisas acontecerem.

3 – Desenvolva atitudes vencedoras: atitudes vencedoras nos fazem crescer e transformam nossas dificuldades em oportunidades. Para modificar sua vida, mude de atitude diante dos fatos.

4 – Seja organizado (a): hoje em dia, tempo disponível virou objeto de desejo de todos. Por isso, ser organizado ajuda demais no dia-a-dia. Na falta de organização, você desperdiça tempo e dinheiro.

5 – Não saia do foco: a facilidade no acesso à informação nos deixa louco de tanta oportunidade. Mas, defina uma opção e mantenha o foco nesta ação sempre.

6 – Tenha autoconfiança: acredite, você tem potencial. Habilidade e talento são diferentes. Talento é dom, a pessoa já nasce com ele. Habilidade se adquire com muita prática, com muita dedicação. Se você se dedicar e acreditar em seu potencial, ninguém te segura.

7 – Seja comprometido (a): comprometimento é uma das palavras-chave para o progresso, tanto pessoal como profissional. Esteja sempre inteiro no que você se propõe fazer.

8 – Haja com persistência: insista naquilo que vale a pena, esteja focado e vá até o final. As barreiras aparecem, mas elas existem para serem quebradas. Mesmo se der um desânimo, não desista dos seus sonhos.

9 – Seja tolerante: pessoas estão mais estressadas e falam besteiras por nada. Dê sempre uma segunda chance de a outra pessoa mostrar que merece sua confiança.

10 – Seja leal: Lealdade é princípio básico para qualquer ser humano. Seja leal sempre, em qualquer situação e terá sempre as pessoas junto com você.


Deus nos deu o livre arbítrio para fazermos o que quisermos e como quisermos. Mas devemos nos dedicar - se sempre para que as coisas se fluem bem. Lute! Pois tens capacidade para vencer na vida.

Bjs

Dayana Santiago
@DayanaSantiago

Anel e pulseira da semana SKMC

Anel SKMC
Brincos SKMC
Anel de prata aqui
Brincos: R$ 19,90 aqui

Não deixem de visitar o site, com novo formato e ótimas opções de presentes!
E tem sorteio SKMC aqui! Participe!! Eu não perderia essa oportunidade!!
Clique aqui e veja como participar!

Dicas de looks para usar com as peças SKMC:








Sucesso e ótima semana!!
E já está na hora de garantir nossas peças para o fim do ano!
A SKMC entrega e qualquer lugar do Brasil e divide em até 10x!!!

Convite: Projeto de Descentralização do Atendimento SEBRAE DF



Solicitamos, a gentileza de confirmar sua participação pelo fone 3533-0400 ou pelo e-mail conceicao@acdf.com.br.